Os pilares do Capitalismo Consciente

Os pilares do Capitalismo Consciente

Em nossa texto passado, falamos sobre o que é o Capitalismo Consciente e como ele funciona. Só para recapitularmos, Capitalismo Consciente é uma abordagem de negócio formada por um conjunto de valores que promove um desenvolvimento mais próspero de empresas, ajudando a atingir metas de maneira justa!

E para que as metas sejam alcançadas, ao mesmo tempo fazendo o bem à todos, esta abordagem nos traz 4 tipos de pilares que são interligados uns aos outros, tornando a empresas mais autoconscientes!

Entendendo cada um dos pilares

Com base na imagem acima, estes 4 são os pilares do Capitalismo Consciente. Cada um deles funcionam de uma maneira que todos se cruzem e gerem valor, harmonia e transparência, criando vínculos emocionais e proporcionando uma visão mais humana.

Vamos falar sobre cada um dos pilares e entender como cada um é parte fundamental desta abordagem e para a administração de uma empresa consciente:

1. Propósito Elevado

Este primeiro e grande pilar mostra que, para tornar uma organização consciente, precisamos fazer muito mais do que apenas querer ganhar dinheiro. Precisamos de um valor verdadeiro, inspirando pessoas a também se apaixonarem pelo seu trabalho.

Com isso, líderes se tornarão mais bem sucedidos, já que o crescimento da empresa estará ligada a uma inspiração e a um propósito elevado. Esse é um diferencial que as empresas podem ter, definindo um papel maior na sociedade. Além de que propósitos fortalecem a visão dos colaboradores dentro da empresa.

2. Cultura Consciente

Este segundo pilar nos traz a necessidade das empresas em fazer com que seus colaboradores tenham noção de seu propósito, desenvolvendo valor por sua empresa e pelo que se é feito, onde a cultura da empresa a torna um agente transformador na sociedade.

Todos que fazem parte de uma empresa devem cultivar sua cultura, sua essência, seu propósito, desenvolvendo uma relação de confiança com ela. Assim, as pessoas serão mais engajadas com a organização, dispostas a irem mais longe ao lado dela.

3. Liderança Consciente

Neste terceiro pilar. falamos dos líderes de uma empresa. Estes, precisam motivas e dar exemplos as outras pessoas, pois todos os membros de uma organização irão se espelhar em seu líder, em suas ações e em sua personalidade.

O líder de uma empresa consciente precisa ser uma pessoa autêntica e também aberta, inspirando, desenvolvendo e motivando as pessoas que irão refletir isso em suas entregas e satisfação.

4. Integração com Stakeholders

Por fim, aqui tratamos da importância de estar aberto para todas ideias e sugestões de todos os colaboradores e todos os envolvidos no negócio. A relação, seja com os clientes, com os membros da empresa ou com seus fornecedores é o que importa.

Esta relação torna a organização mais harmoniosa, tendo pessoas parceiras e unidas ao seu lado. Todos podem ajudar a promover transformações positivas para a empresa, contribuindo para o negócio chegar ao sucesso!

Apresentamos os quatro pilares do Capitalismo Consciente. E se pararmos para analisar cada um deles e todo o seu conceito, você sabe qual modelo de organização mais se enquadra nesta abordagem? As Cooperativas!

Todos dentro de uma Cooperativa tem a união para alcançarem objetivos em comum, buscando contribuir para uma sociedade e um mundo melhor, tendo o Cooperativismo como base principal.

A Integração surgiu com o propósito de difundir e fortalecer o Cooperativismo, pois nós entendemos o impacto social e a transformação que este movimento pode gerar para nosso país.

Se você faz parte de uma cooperativa e quer tornar evidente a transformação que ela pode causar no mundo, fale com a gente e junte-se à nossa causa!

Deixe uma resposta

Fechar Menu