A diferença entre as cooperativas de crédito e os bancos digitais

A diferença entre as cooperativas de crédito e os bancos digitais

Muitas pessoas ainda se confundem e pensam que cooperativas são bancos, só porque elas oferecem tudo o que um banco oferece, como conta-corrente, cartões de crédito e débito, poupança, pagamento, aplicações, entre outros serviços.

Porém, o que muitos ainda não entendem é que, além de oferecer esses serviços, uma cooperativa de crédito pode oferecer muito mais. Neste texto iremos mostrar quais são as diferenças das cooperativas e dos bancos, sejam eles tradicionais ou digitais.

Responsabilidade social e preocupação com a comunidade

Algo muito presente nas cooperativas, as diferenciando dos bancos, é a responsabilidade social por trás das ações desenvolvidas, destinando totalmente suas atividades e capital para esse propósito.

Essas ações se tornam visíveis ao serem observadas às mudanças benéficas geradas na comunidade ou entre os profissionais que fazem parte de uma cooperativa.

As cooperativas têm características específicas, como organização, educação, formação e informação, gerando mais oportunidade para agir de maneira produtiva, redistribuindo seus ganhos para os cooperados e para a sociedade onde atuam, algo que os bancos digitais e tradicional não realizam.

A preocupação com sua comunidade é tão grande que diversas cooperativas realizam trabalhos sociais, beneficiando crianças carentes, por exemplo, e até investindo em mais qualidade de vida através da educação, uma forma eficaz de combater a desigualdade social.

Contribuição para alcançar os ODS

Para aqueles não familiarizados, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) são uma coleção de 17 metas globais, estabelecidas pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em prol de melhorar nossa sociedade e o nosso mundo.

Nesta agenda estão previstas ações mundiais nas áreas de erradicação da pobreza, segurança alimentar, agricultura, saúde, educação, igualdade de gênero, redução das desigualdades, energia, água e saneamento, padrões sustentáveis de produção e de consumo, mudança do clima, cidades sustentáveis, proteção e uso sustentável dos oceanos e dos ecossistemas terrestres, crescimento econômico inclusivo, infraestrutura, industrialização, entre outros.

Em todo o mundo, as cooperativas promovem o desenvolvimento sustentável em três dimensões: social, econômica e ambiental. Elas têm uma presença significativa nos países desenvolvidos e também em desenvolvimento, atendendo a mais de 1 bilhão de membros e empregando mais de 100 milhões de pessoas em todo o mundo.

Fica nítido a diferença entre as cooperativas de crédito dos bancos digitais e tradicionais, uma vez que elas se preocupam com a comunidade que estão inseridas e também contribuem com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Quer saber mais sobre o mundo cooperativista e como ele impacta diretamente na nossa comunidade? Acompanhe as redes sociais da Integração e fique por dentro de tudo do mundo cooperativista.

Deixe uma resposta

Fechar Menu