Cooperativismo: o que é e quais seus princípios

Cooperativismo: o que é e quais seus princípios

Cooperativismo: o que é e quais seus princípios

Você só precisa de 5 minutos para ler este texto! Ao lê-lo, você vai entender melhor o que é cooperativismo, em quais princípios baseia-se essa filosofia e em quais ramos podemos encontrá-la.

O cooperativismo surgiu em 1844, na Inglaterra. Como salientado, se trata de uma filosofia que objetiva transformar o mundo em um local mais justo, equilibrado e com melhores oportunidades. Para isso, ele une desenvolvimento pessoal e econômico.

O cooperativismo acontece quando um grupo de pessoas se reúne com um objetivo comum. Suas ações são direcionadas para benefícios próprios que contribuem para o todo! As cooperativas, organizações praticantes do cooperativismo, são geridas de maneira participativa e democrática, de acordo com o que almejam os cooperados.

As ações realizadas por essas organizações são voltadas à participação econômica, à educação, à formação , à intercooperação, ao interesse pela comunidade e ao desenvolvimento sustentável.

O associados, nessa visão, aproveitam das experiências um dos outros para crescer e solucionar problemas. Logo, por meio da colaboração busca-se resolver os problemas comuns. Os associados possuem voz ativa e decisiva em cada ação das cooperativas! Ele, junto às cooperativas, trabalham para obter melhores resultados econômicos para todos.

Para seu funcionamento e organização, o cooperativismo possui sete diretrizes. São elas:

Adesão livre e voluntária

As cooperativas são organizações voluntárias e abertas àqueles que estiverem apto a fazer uso de seus serviços e a assumirem responsabilidades como cooperados. Os associados devem desempenhar atividades sem discriminação social, racial, política, religiosa ou de gênero.

Gestão pautada na democracia e na liberdade

Os cooperados de determinada cooperativa são atuantes ativos em um sistema democrático. Em outras palavras, as políticas e decisões são tomadas pelos associados, em um lugar onde todos possuem direito de voto.

Participação econômica dos cooperados

Os cooperados controlam, de forma democrática, o capital das cooperativas as quais fazem parte. Eles decidem o que será investido no desenvolvimento da cooperativa, no benefício dos cooperados e no apoio às atividades desenvolvidas pela organização.

Autonomia e independência

As cooperativas são organizações independentes e de ajuda mútua, controlada pelos seus participantes! 

Educação, formação e informação

As cooperativas promovem e fomentam a formação de seus cooperados e de seus demais componentes. Dessa forma, todos podem contribuir para o desenvolvimento da organização! 

Intercooperação ou autoajuda

Para que melhores serviços sejam prestados aos seus cooperados e para que seja agregada força ao movimento, as cooperativas trabalham de forma conjunta às estruturas locais, regionais, nacionais e internacionais.

Interesse pela comunidade

Utilizando políticas aprovadas por seus cooperados, as cooperativas trabalham para o desenvolvimento sustentado de suas comunidades.

O cooperativismo trata-se, portanto, de uma filosofia que objetiva o bem comum, pautada na democracia e na participação ativa dos cooperados. Para isso, ela investe em si mesma, nos seus associados e na comunidade como um todo! Além disso, suas atividades e seu funcionamento são baseados em sete princípios, como intercooperação, interesse pela comunidade, autonomia e diversos outros.

Quer saber mais sobre cooperativismo, cooperativas e o que essas organizações desempenham? Nós podemos te explicar alguns pontos! Cadastre-se clicando aqui!

Deixe uma resposta

Fechar Menu